Anderson Silva vs Chael Sonnen II

Anderson Silva finalizando Chael Sonnen com um triângulo

Anderson Silva finalizando Chael Sonnen com um triângulo.

Nos últimos dias, foram veiculadas algumas notícias sobre os próximos postulantes ao cinturão dos médios do UFC.

Após descartar Vitor Belfort, Dana White acena com o vencedor do embate entre Chael Sonnen e Brian Stann como desafiante ao cinturão de Anderson Silva – já considerando sua mais do que provável vitória no próximo dia 27, contra Yushin Okami, e a consequente manutenção do cinturão.

O que dizer?

Brian Stann ainda não enfrentou nenhum top e já foi derrotado por lutadores medianos. Essas derrotas, entretanto, ocorreram na categoria de cima, a dos meio-pesados. Na atual categoria, Stann está invicto em três lutas e desponta como um dos futuros desafiantes ao cinturão de Anderson Silva.

Chael Sonnen, por outro lado, já tem um cartel extenso, recheado de vitórias sobre lutadores da categoria em meio a alguns tropeços. Mas a luta na qual mais chamou a atenção foi a sua maior derrota: a disputa do cinturão no ano passado.

Sonnen, hoje, é superestimado. Tudo graças àquela inacreditável luta. E é sobre ela que eu quero falar. O que houve? Como pôde um lutador limitado como o Sonnen dar um trabalho daquele para o Spider?!
Ao rever a luta, percebi que o maior empecilho do Anderson não foi sua suposta costela quebrada, mas sim sua maior qualidade: o psicológico.

No início da luta, Sonnen acertou um golpe de sorte que balançou o Aranha e tirou toda sua confiança. Dali em diante, nada do que esse fazia dava certo. Dali em diante, em todo início de round, Anderson tentava retomar a confiança partindo agressivamente pra cima de seu adversário, mas – fora de si – deixava brechas para ser derrubado, controlado e, passivo no chão, era martelado e humilhado por Chael.

É assim que vejo aquela luta. A grande vitória de Sonnen foi psicológica. Assim como na derrota do Shogun para o Jones, um golpe surpreendente no início da luta, mudou os ânimos dos lutadores e ditou o resto do combate. A única diferença é que Jones conseguiu nocautear, enquanto Sonnen foi finalizado nos “acréscimos”.

Após a fatídica derrota para Anderson Silva, Sonnen foi pego no anti-doping, passou por inúmeros problemas “extra-octagon”, não luta desde então e aproveitou para zombar de outros lutadores, em especial dos brasileiros – e, assim, continuar na mídia. Stann, lutador querido pelos americanos, está em atividade e em ascensão. Em minha opinião, Stann ganha a luta.

Mas meu desejo é outro: quero que Sonnen ganhe. Quero vê-lo novamente frente-a-frente com o Anderson. Só assim poderemos fazer o tira-teima. E eu já faço minha aposta: nocaute fulminante do Spider.

Yz..

Anúncios

~ por Yuri em sábado, 20 agosto 2011.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: